ÁREA RESTRITA

NOTÍCIAS

25/08/2016

FINAL DE ANO DEVE AJUDAR VENDAS

Expectativa das confecções de Londrina e região é que a programação do varejo para abastecer as lojas reverta em aumento de faturamento entre 10 e 15%.

Os dias de frio intenso em junho deram impulso às vendas no varejo, e a indústria sentiu a demanda aumentar ligeiramente. Mesmo que em regime de vai e volta, as temperaturas em queda devem ajudar a produção se combinadas à programação de compras para o final de ano. “A expectativa para o segundo semestre é de que a pequena melhora das lojas se reverta em mais pedidos”, afirma Alexandre Graciano de Oliveira, presidente do SIVEPAR(Sindicato Intermunicipal das Indústrias do Vestuário do Paraná), que representa as confecções de Londrina e outros 59 municípios da região.

Se confirmado esse movimento, ele prevê que será possível que a indústria registre aumento no volume de faturamento entre 10 e 15% no semestre. Os primeiros meses do ano não foram fáceis. Até maio, as empresas da região conviveram com queda de 20% na produção, especialmente entre aquelas que atuam com marca própria e vendendo para multimarcas ou que tenham operação direta no varejo. Na avaliação de Oliveira, o decréscimo deriva da situação do pequeno comércio que foi afetado pela capacidade de crédito oferecida pelas grandes redes de magazine. Com o consumidor arredio, as multimarcas seguraram as compras. Segundo o presidente do SIVEPAR, as multimarcas com lojas de rua foram as mais afetadas.

De acordo com o SIVEPAR, a região que representa conta com cerca de 700 confecções que geram 20 mil postos de trabalho, entre empregos diretos e indiretos. O quadro de pessoal já foi maior. Oliveira explica que 5 mil postos foram fechados ao longos dos últimos dois anos na região. Ele não informa o número de empresas que encerraram atividade na região ou volume de produção, nem faturamento.

Destaca apenas que a maioria é formada por pequenas empresas e confecções que comercializam apenas a marca própria. A produção é diversificada, diz. Tem jeans, camisas, modinha, lingerie, pijamas e ternos. Oliveira está à frente da entidade desde 2013. Foi reeleito, começando o segundo período de gestão em outubro de 2016, encerrando em outubro de 2019.

www.gbljeans.com.br

SIVEPAR@2017
Desenvolvido por Idée Design